Botafogo 0 x 1 Atlético - MG


Botafogo x Atlético MG
Vilão?
Foto: Mauro Pimentel / AFP

Após a partida contra o Santos, um amigo (por meio de mensagem no whatsapp) disse - me: 'você precisa ser mais incisivo em suas crônicas, em suas opiniões". Quando ele falou isso ( e eu sei a razão) foi por que ele já está de saco cheio e talvez, nesta crônica de hoje, eu também comece a demonstrar estar ficando de saco cheio. A ideia era começar a crônica de outra forma. Talvez, da forma como eu gostaria de ter começado, eu fale mais adiante, quando tiver despejado toda minha raiva e frustração.

Falar sobre o técnico Eduardo Barroca no momento é uma distinção de sentimentos e teremos que fazer algumas comparações. Conversando durante o jogo com os amigos e também nas redes sociais no pós - jogo, lembramos de Jair Ventura: com esse time, Jair Ventura estaria, de repente, tendo mais êxito com sua forma de jogar: tudo gira em torno do material humano que o Botafogo tem no momento; Há quem diga que o time é horroroso: discordo com o exagero, mas até pode ser. Talvez não justifique, mas já no trem voltando para casa, conversando com um amigo, comentamos que muito do momento do time em campo, reflete o que está acontecendo no lado de fora: salários atrasados! Carli diz que confia na diretoria, mas Gabriel e ele cancelaram uma ação de marketing como represálias aos salários atrasados; Paga - se um mês e continua devendo dois que daqui a pouco se tornará três novamente! Não há profissional que consiga trabalhar desta forma...Citamos o nome do Zè Ricardo: Erik rendia com Zè Ricardo, agora não está rendendo mais. Eduardo Barroca (que já não está sendo tão bem visto diante dos olhos de uma minoria de torcedores alvinegros) seria um vilão? Já tem torcedor querendo a cabeça dele! Mas volto a dizer: com o material humano que nós temos, ele vem fazendo o que pode. Contudo, com este material humano, jogar da forma que ele quer jogar, conforme ele está jogando, talvez não seja este caminho. Deixarei a pergunta novamente: Será Eduardo Barroca um vilão?

Gatito é um goleiro excepcional, mas não se pode esperar que ele nos salvará em todos os lances e no lance do gol do Galo, foi um desses lances: como pode um zagueiro (Marcelo Benevenuto) cortar a bola da forma como ele cortou, próximo da nossa área, quando poderia ter dado um chutão? Porra, vi este lance como uma puta displicência! Mas houve quem dissesse: "ele tinha que chutar"...caralho, que chutasse, mas puta que pariu, tinha que ser daquele jeito? Sobre o Marcinho: voltou a fazer um bom jogo (que vire rotina os elogios ao nosso lateral direito) e ao contrário do jogo contra o Santos, não sumiu no segundo tempo; Estava demorando: Joel Carli em lance infantil no segundo tempo, foi expulso! Não temos Gabriel pois Gabriel veio do Atlético - MG (emprestado em uma das negociações mais bisonhas da qual eu tenho conhecimento) ele veio como empréstimo quando nós vendemos o nosso zagueiro para eles (Igor Rabelo). Fica a pergunta: no próximo jogo quem poderá nos salvar? Gilson (incontáveis vezes durante o jogo) ficou puto (e eu também, pra caralho) em ver que ele estava com a razão ao esperar a bola chegar até ele e não chegar!

Estou sentindo ( e não estou nem um pouco preocupado com isso) que perto de outras crônicas, estou sendo bem duro com o nosso time desta vez, mas quer saber (para quem já me conhece faz algum tempo sabe que tem crônicas que escrevo desta forma), foda - se! Durante o jogo eu disse o seguinte: Eu não acredito, acreditando! É uma linha tênue que deve perturbar a mente de muito torcedor alvinegro...

Para alguns (em dia que João Paulo voltou a jogar como fazia um tempo não jogava após a lesão), ele não deveria ter sido substituído, mas sim Cícero! De fato: João Paulo estava fazendo uma boa partida que deu lugar a Gustavo Bochecha; Alex Santana não estava tão inspirado quanto esteve no jogo contra o Santos.

O Botafogo fez um bom primeiro tempo, mesmo com aqueles toques de lado que, até aceito quando vejo o minimo de eficiência; o que me irrita mesmo, são os constantes toques para trás, que nos faz crer que algo está errado do meio do campo para frente, mas acho que isso você já sabe e deve assim como eu estou fazendo agora, fazer o mesmo comentário em sua resenha com seus amigos!

Quando você pensa que pode haver alguma mudança no modo de jogar do Luiz Fernando, percebemos que se o jogador não tiver força de vontade e que o técnico não o incentive da pior forma possível para que ele acorde, ele irá jogar um futebol medíocre: foi substituído; O ápice do desespero é o torcedor pedindo Leo Valência (que se joga e joga mal querem o jogador fora do time, mas se não joga o querem lá), ontem ao substituir Erik (que não vem jogando bem, como expliquei no início da crônica citando suas atuações com o técnico anterior) ele (Leo Valência) também não produziu muito: não sei se digo pela configuração de como o jogo já estava ou se por inoperância ou incompetência! Fato é que, ruim com esses que estão lá, pior sem eles...e para fechar as atuações, Eu só fui saber que Diego Souza estava em campo quando terminou o jogo: estou acostumado a vê - lo jogar com a 7 e não com a 9.

Conversando com um amigo, disse que o Atlético - MG havia voltado com mais ímpeto para o segundo tempo; achei que o Botafogo havia jogado melhor o primeiro tempo. 1 x 0 seria o suficiente para o Botafogo, quando sofremos o gol, 1 x 1 seria um prêmio de consolação... a todas essas, aos trancos e barrancos, eu querendo acreditar que o Botafogo pudesse empatar e o amigo ao meu lado dizendo que nós não iríamos empatar, que o que iria acontecer mesmo era a derrota. Tudo bem que os fatos estavam ali diante de nós, mas é foda você ter que aturar pessimismo quando você já está puto pra caralho. De qualquer forma, respeito a opinião, apesar de não concordar.

Deve ter sido de tanto cantar "vou te apoiar até o final" e outros cantos que, na hora de mandar o Mufarrej  ir "tomar no cu" não senti muita força ou, talvez, tenha sido pelo fato de que tenhamos gritado a plenos pulmões: "Ah, Moreira Sales". Não pense que as coisas irão mudar de uma hora para outra e tenho certeza que os mesmos que contam com isso, ao verem que os resultados virão a médio/ longo prazo irão chiar: nossa torcida está cansada e isso é o maior de todos os fatos...

Este parágrafo (seria o primeiro) e tal como o primeiro (se fosse o último) poderia ser ambos com alegria, mas não é bem assim. É obvio que não é isso que você e eu queremos, mas a única coisa boa no jogo de ontem , foi o pré - jogo: uma resenha animada de torcedores crentes e descrentes com a possibilidade de um resultado ruim ou bom do Botafogo...

Saudações Alvinegras!


Botafogo 0 x 1 Atlético - MG Botafogo 0 x 1 Atlético - MG Reviewed by Thiago de Castro on julho 25, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade

FogoNotícias