O fogonotícias orgulhosamente apresenta: uma entrevista em parceria com o alvinegro da gema!


A temporada acabou, certo? Certo! Contudo o fogonotícias em parceria com o alvinegro da gema trás uma entrevista com o jovem (promissor) atacante oriundo das categorias de base: Ezequiel.
Nesta entrevista iremos saber do jogador como tudo começou e se sempre sonhou em ser jogador de futebol; onde ele começou e qual foi a sensação dele após ter feito o gol de empate no último jogo do campeonato brasileiro de 2017. lembrando que foi a partir desse jogo que Ezequiel subiu para o time principal!
Como é sua relação com os outros atletas e como ele se sente ao vestir a camisa alvinegra; Ezequiel comenta ainda se existe diferença na cobrança da base para o time profissional e se ele conversa com os outros jogadores que contam com a possibilidade de subir para o time principal.
Por fim, o sonho de Ezequiel no futebol: qual seria? E um "bate - bola" com algumas preferências na vida do jogador, como por exemplo as inspirações que ele tem dentro e fora do campo.
Prepare seu petisco e aquela cerveja gelada: boa leitura!


1 - Como tudo começou? Sempre sonhou ser jogador de futebol?                                            
Começou muito cedo, com apenas 7 anos em uma escolinha chamada casa branca, no bairro onde moro e desde antes disso, meu sonho já era ser jogador de futebol.

2 - Você começou jogando nas quadras, por que foi para o campo?
Sim comecei nas quadras, e fui para o campo, por ser o meu objetivo principal.

3 - Como foi o pós jogo contra o Cruzeiro? Qual foi a sensação?
Foi incrível, por ter realizado um sonho de criança, por ver meus familiares e meus amigos felizes, por inúmeras mensagens e por dar alegria a torcida do Botafogo.



4 - Como é a relação com os atletas mais experientes? 
De pai pra filho, sempre busco estar perto, e aprender o máximo possível com o que já viveram.

5 - Como é carregar o peso da camisa alvinegra?
É uma responsabilidade muito grande, tendo em vista que diversos jogadores de seleção brasileira tiveram passagem marcantes por aqui. Mas me sinto preparado para representar e dar sequência a essa história linda.

6 - Fala um pouco como era jogar na base e a expectativa de subir para o time principal.
Apesar de ser na base, e a cobrança não ser tão grande quanto no profissional, nós sabíamos a camisa que vestíamos, então não aceitávamos dar menos que o nosso sempre. Foi uma sensação muito boa, aquele frio na barriga, mas sempre confiante e ciente de que daria tudo certo.

7 - Por ser cria da base, a cobrança é maior no profissional? 
Acredito que a cobrança seja igual pra todos, até porque quando vestimos a camisa, temos o mesmo objetivo, a vitória.

8 - Qual o seu maior sonho? 
Chegar à seleção brasileira.

9 - Os meninos da base que provavelmente terão chances ano que vem como o Caio Alexandre, Rhuan, Ramonzinho entre outros... Você conversa muito com eles? Gostaria de deixar um recado para eles?
Converso bastante sim, somos muito amigos. Meu recado é que é preciso focar, que não tem mais tempo a perder e que a oportunidade vai aparecer, no momento certo.






“Bate bola”
- Um jogador que te inspira
Neymar 
- E uma inspiração fora de campo?
Minha família 
- Um clube que você sonha jogar
Liverpool 
- Qual a expectativa por mais 4 anos no Botafogo?
A melhor possível, vou trabalhar focado, para responder à altura todas as expectativas.

O fogonotícias orgulhosamente apresenta: uma entrevista em parceria com o alvinegro da gema! O fogonotícias orgulhosamente apresenta: uma entrevista em parceria com o alvinegro da gema! Reviewed by Thiago de Castro on dezembro 06, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade

FogoNotícias