Jamir fala de bastidores de 1995 e crava favorito ao Carioca; confira

Créditos: Twitter Botafogo
O Volante Jamir, campeão brasileiro em 1995 pelo Botafogo e um dos homens de confiança do técnico Paulo Autuori, falou sobre alguns bastidores da época. Jamir que atualmente é sócio de uma empresa de Design Digital, atua também pelo time Masters do Botafogo, juntamente com alguns Campeões Brasileiros de 1995. Jamir ainda falou sobre o Botafogo na Libertadores, além de dizer quem é o favorito ao Estadual deste ano; confira:

O que anda fazendo no momento? Trabalha com futebol?

Hoje em dia sou sócio com meu sobrinho Gustavo Gomes e Roberta Tancillo na empresa de Design Digital Di-Vida (http://www.di-vida.com/site/) e participo do Botafogo Master.

Pensa em fazer algo no ramo (futebol)? se sim, qual seria sua preferência?

Hoje em dia somente jogo pelo Botafogo Master, viajando e fazendo apresentações com Campeões Brasileiros de 95 pelo Brasil.

É verdade que o Botafogo tinha 9 meses de salário atrasado quando vocês foram campeões?

Tivemos muitas felicidades naquele ano, superamos atraso de salários, muitas vezes eu fui treinar na Kombi do clube que levava o material de treino no Caio Martins.

Existia de fato, problemas de relacionamento dentro do grupo, principalmente de alguns jogadores com o Tulio?

Haviam opiniões divergentes como existem não só no futebol, como em qualquer espaço de trabalho. Independente de não falarem uns com os outros fora dos gramados, a comunicação dentro de campo era perfeita e era o que mais importava. Tudo se transformava em vontade de vencer pelos torcedores e familiares, esquecíamos de tudo, das desavenças e salários atrasados, porque queríamos era vencer e sermos campeões brasileiros pelo Botafogo e ficar na história do clube.

Muitos não lembram, mas a cabeçada para o Tulio fazer o gol no Pacaembu foi sua. Qual foi a sensação de dar a assistência para o título?

Quando a bola veio perfeita na minha direção para eu cabecear para o gol do Santos, eu já me imaginei comemorando com a torcida e meus companheiros, mas a vontade de fazer o gol foi tanta, que tentei cabecear com tanta força e a bola raspou na minha cabeça e caiu nos pés do Túlio, que não perdoou e marcou o gol.

Tem como você descrever pelo menos 2 momentos marcantes daquela caminhada de 1995?

Na minha opinião o primeiro foi a nossa superação com todas as adversidades que enfrentamos em 95. Outra foi nosso mestre Paulo Autuori, que ninguém apostava que iria durar algumas rodadas, o elenco desacreditado e sem salários, transformamos esses problemas em vitórias e no título.

Um jogo inesquecível?

Eu na verdade tenho 2 jogos inesquecíveis: o primeiro que foi contra o Vitória pela estreia do Brasileiro de 1995, quando eu fiz meu primeiro gol no campeonato brasileiro e no Botafogo (o jogo terminou 2x2). O segundo foi contra o Santos, no Pacaembu, onde fomos campeões brasileiros daquele ano, e tive a felicidade de participar do gol da final, e fui o último a tocar na bola no fechamento da competição.

Até onde você acha que o Botafogo consegue chegar nessa Libertadores?

Botafogo está em uma crescente na Libertadores e jogando um excelente futebol, aguerrido e focado no título, o time assimilou o que é jogar uma Libertadores da América, acredito que chegue as finais. 

Você que já atuou pelos principais times do Rio, quem é o favorito ao Campeonato Carioca?

Botafogo, sem dúvidas.

Palpite para os clássicos do fim de semana?

Botafogo 2x0 Fluminense


Jamir fala de bastidores de 1995 e crava favorito ao Carioca; confira Jamir fala de bastidores de 1995 e crava favorito ao Carioca; confira Reviewed by Leonardo Machado on abril 07, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade

FogoNotícias