SUB-20: Finalista da Taça GB, lateral do Bota diz: 'Somos o time a ser batido'

Lateral-direito da equipe sub-20, Fernando Costanza, fala sobre a grande final e sobre sua passagem pelas categorias de base do Botafogo




Vice-campeão no ano passado, o Botafogo é o time a ser batido no Campeonato Carioca Sub-20 deste ano. Com 13 vitórias em 17 partidas, o Alvinegro chega com moral para a disputa do primeiro jogo da final contra o Fluminense, que será às 10h deste sábado, nas Laranjeiras, após eliminar o Flamengo, vencendo por 2 a 1 na Gávea e empatar por 1 a 1, jogando no Caio Martins.

Por sua vez, o rival chega à decisão ao vencer o Vasco nos dois jogos das semifinais: 1 a 0 em Sao Januário e 5 a 0 nas Laranjeiras.

Para falar sobre a campanha do Glorioso na competição e a finalíssima da Taça GB, o FogoNotícias entrevistou o lateral-direito Fernando Costanza, de 17 anos. Titular absoluto, o jogador acumula em sua passagem pelo Alvinegro o título do Torneio OPG e o vice-campeonato da Copa do Brasil Sub-17 em 2015 e hoje, é titular absoluto do escrete alvinegro.

IGOR MELO: O Botafogo chega à final da Taça Guanabara com 17 partidas disputadas, vencendo 13 delas e empatando quatro. O bom retrospecto faz do Botafogo o favorito para conquistar o título do primeiro turno?

FERNANDO COSTANZA: Sim. Acredito que entraremos como favoritos pela ótima campanha que estamos fazendo, por chegarmos a uma final sem ainda ter perdido. Estamos invictos até agora e acredito que somos um time a ser batido na competição.

IM: No primeiro confronto entre Botafogo e Fluminense, os times ficaram no empate. A preparação para a partida decisiva será a mesma da partida pela fase classificatória?

FC: Vamos manter a forma que já viemos jogando. Uma coisa ou outra será mudada para a partida, mas quanto a forma de jogar, nossa postura será a mesma. Jogaremos com a bola no pé, pressionando o adversário desde o início do jogo para tentar sair das Laranjeiras com a vitória.

IM: Ano passado o Botafogo foi vice-campeão da Taça Guanabara, vice-campeão da Taça Rio e consequentemente, vice-campeão estadual. Qual a diferença do trabalho realizado no ano passado para o trabalho realizado neste ano?

FC: Ano passado eu ainda estava no sub-17. 2016 é o meu primeiro ano como juniores. Não sei muito bem como vinha sendo a preparação no ano passado, mas esse ano a preparação foi muito boa. A equipe está entrosada e o ambiente no grupo é bom. Isso é muito importante para uma equipe que quer chegar longe. Esse tem sido um dos pontos fortes da nossa equipe.

IM: O Botafogo passou por uma mudança no comando técnico da equipe. Em algum momento você achou que essa mudança no comando do time iria influenciar no rendimento durante o campeonato?

FC: A troca de treinador no futebol brasileiro é normal. Acontece com bastante frequência, especialmente no profissional. Mas nós soubemos lidar com bastante profissionalismo quanto a isso, por isso, a troca não afetou a equipe e nós conseguimos manter o bom aproveitamento.


IM: Qual a importância do título da Taça Guanabara para o restante da competição?

FC: O título é muito importante para nós, para já garantirmos vaga na final do Carioca e jogar o segundo turno com mais tranquilidade. O foco total é no título da Taça Guanabara.

IM: Apesar da sua pouca idade, você é titular absoluto da lateral-direita do time sub-20. Frente a isso, você crê em uma ascensão rápida aos profissionais vestindo a camisa do Botafogo? E qual é o atleta que você se espelha.

FC: É muito importante para mim, no meu primeiro ano de juniores eu já está sendo titular da equipe sub-20 de uma equipe grande, como o Botafogo. Isso é fruto do meu trabalho, do meu esforço, do meu treinamento. Estou trabalhando firme para poder ter a oportunidade de chegar aos profissionais do Botafogo e quando esse dia chegar, irei agarrar esta chance. Eu me espelho no Phillip Lahm, que é um lateral acima da média. Me espelho bastante nele.

IM: Como foi a caminhada para chegar até a titularidade da lateral-direita da equipe sub-20? E qual seu maior sonho vestindo a camisa do Botafogo?

FC: Eu estou no Botafogo desde o meu primeiro ano de juvenil, e minha trajetória, até então, tem sido muito boa. Ganhei o título do OPG do ano passado, fui vice-campeão da Copa do Brasil sub-17 e ainda espero ganhar muitos títulos com essa camisa. Minha intenção no momento é chegar ao profissional do clube e ganhar títulos. Ganhar uma Libertadores vestindo a camisa do clube é a maior ambição que eu tenho.



Por: Igor Melo
SUB-20: Finalista da Taça GB, lateral do Bota diz: 'Somos o time a ser batido' SUB-20: Finalista da Taça GB, lateral do Bota diz: 'Somos o time a ser batido' Reviewed by Informe Botafogo on abril 09, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade

FogoNotícias