Por dívidas, Bota terá de reservar 26% de sua receita anual



Ao aderir o Profut, o refinanciamento das dívidas com o Governo, os clubes terão de reservas parte de sua receita anual para quitar os débitos com a União. Enquanto alguns clubes terão "vida fácil" no pagamento das dívidas, o Botafogo, que segue com uma situação financeira delicada, terá algumas dificuldades para honrar com o compromisso.

Ao optar por pagar a dívida em 20 anos, o Botafogo terá de 26% das suas receitas anuais (cerca de R$ 26,6 milhões) por ano. Assim, ao fim da dívida, o Alvinegro terá pago R$ 638 milhões ao Governo.

Reprodução/ESPN.com.br


















Caso não honre com o compromisso, o clube será automaticamente excluído do refinanciamento e terão suas contas bloqueadas.

Entenda como funciona o Profut:
(retirado do ESPN.com.br)

Os clubes que optaram pelo programa terão um prazo de até 240 meses para parcelar suas dívidas. Os valores mensais terão desconto de 50% nos dois primeiros anos, 25% no terceiro e quarto anos, e 10% no quinto ano do parcelamento. Os descontos dados neste período, entretanto, entram no valor restante a ser pago.

Quem aderiu, recebeu 70% de descontos nas multas, 40% dos juros e 100% dos encargos legais.

Os clubes já estão pagando, no entanto, passados mais de dois meses do decreto que regulamentou a Autoridade Pública do Futebol (APFut), espécie de agência que vai regular o programa e o cumprimento das contrapartidas, os nomes ainda não foram definidos. A decisão depende do Ministério do Esporte e da Casa Civil.



Por: Igor Melo
Por dívidas, Bota terá de reservar 26% de sua receita anual Por dívidas, Bota terá de reservar 26% de sua receita anual Reviewed by Informe Botafogo on março 22, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade

FogoNotícias