Bota faz acordo com Gabriel e Edilson, mas é condenado por dívida com Andre Bahia

Volante e lateral entraram na fila e irão receber pelo Ato Trabalhista. Em contra partida, dívida com o zagueiro pode chegar a R$ 1,5 mi



O Botafogo chegou a um acordo com mais dois atletas por dívidas trabalhistas. O clube firmou um trato com Gabriel e Edílson, rebaixados com o clube na temporada passada. O volante – que tem R$ 1 mi a receber – e o lateral-direito – que tem de receber 1,9 mi -, entraram na fila do ato trabalhista e receberão assim que chegarem à sua vez.

Desde que voltou ao Ato, o Bota vem depositando todo mês R$ 1,3 mi para quitar dívidas trabalhistas.

- Todo e qualquer acordo que fazemos é para o pagamento no Ato Trabalhista. O Botafogo não firma acordo algum para pagar agora esclareceu o VP Jurídico, Domingos Fleury, ao GloboEsporte.com.

Em contrapartida aos acordos firmados, o clube foi comunicado nesta quinta-feira que foi condenado a pagar R$ 1,5 mi ao zagueiro André Bahia, que também foi rebaixado com o clube no ano passado. Como a decisão foi em primeira instância, o Botafogo pode entrar com recurso, o que não seria muito interessante para o Glorioso.

Se for condenado em última instância, o Alvinegro poderá ter de pagar um valor ainda maior do que a quantia estipulada atualmente, devido a mudança de crédito de cálculo da correção monetária.

- Por determinação recente do Tribunal Superior do Trabalho, os créditos provenientes de ações trabalhistas devem ser corrigidos de acordo com a inflação valendo agora o IPCA-E como base. Com isso, agora o valor dobra em média a cada quatro ou cinco anos, enquanto antes precisava de sete anos para duplicar – explicou Alexandre Meirelles, advogado especialista em direito trabalhista.




Por: Igor Melo
Bota faz acordo com Gabriel e Edilson, mas é condenado por dívida com Andre Bahia Bota faz acordo com Gabriel e Edilson, mas é condenado por dívida com Andre Bahia Reviewed by Informe Botafogo on setembro 25, 2015 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade

FogoNotícias