Jefferson 387 e Luis Henrique 1

A última noite de sexta foi especial para o Botafogo. Muito além da manutenção do primeiro lugar da Série B. Muito além do retorno da vitória após duas rodadas. E muito além da goleada de cinco a zero em cima do Sampaio Correa. Todos esse motivos foram relevantes, mas houve dois fatos que marcarão a partida em nossa história: a partida de número 387 do nosso goleiro e ídolo Jefferson - entrando no top 10 dos jogadores que mais vestiram a gloriosa camiseta -, e a estreia do garoto Luis Henrique aos 17 anos e os seus dois primeiros gols no profissional.

Foto: Vitor Silva
Jefferson completou 387 partidas no Botafogo e empatou com o Osmar. Revelado pelo clube, o ex-zagueiro jogou entre 1970 e 1979, fazendo parte dos primeiros anos do longo jejum de 21 anos sem títulos do clube e vice-campeão carioca em 1971. Jogou no Atlético Mineiro em seguida - aonde foi pentacampeão mineiro e vice-campeão brasileiro em 1980 - e encerrou a carreira de jogador na Ponte Preta em 1986. Ainda fez parte da seleção brasileira de futebol olímpico nos Jogos de Munique, em 1972.

Jogando mais uma partida, nosso atual goleiro ultrapassará o ex-zagueiro. E no top-3 desse ranking, temos Nílton Santos (721 jogos), Garrincha (612 jogos) e Waltencir (453 jogos). Sendo assim, faltam apenas 66 partidas para o capitão igualar a marca de Waltencir, ex-lateral-direito e que jogou no Botafogo entre 1967 e 1976, sendo bi-campeão carioca e da Taça GB em 1967 e 1968 e campeão da Taça Brasil em 1968. Desde já fica a nossa torcida para que o Jefferson, bi-campeão carioca em 2010 e 2013, possa conseguir mais essa marca e que, juntamente, venham mais títulos para a nossa galeria de troféus.

Foto: Vitor Silva
Falando sobre o Luis Henrique. O garoto surgiu nesse ano de 2015 após se destacar na Copa do Brasil sub-17, fazendo 14 gols em 10 jogos e sendo o artilheiro máximo e vice-campeão da competição, perdendo a final nos pênaltis para o Vitória. Foi convocado para a seleção brasileira sub-17 em seguida e, no período que esteve vestindo a amarelinha, marcou 4 gols em 5 cinco jogos. Na última segunda-feira, regressou ao clube e treinou pela primeira vez com os profissionais.

Foi uma semana turbulenta. O Botafogo tinha perdido do Macaé na última partida, estava há dois jogos sem vencer e o atacante Bill reincidiu o seu contrato com o clube. De imediato, o Botafogo contratou o atacante Rafael Oliveira, ex-Botafogo-PB, e o mesmo era o principal candidato a assumir a titularidade na vaga do Bill.

Mas o atacante não foi regularizado em tempo hábil e o nosso técnico René Simões optou pela estreia do prodígio Luis Henrique, preterindo Henrique e Vinícius Tanque. Ouviu conselhos do nosso eterno Furacão Jairzinho às vesperas e, imediamente, recebeu o apelido de "Pequeno Furacão" por parte de imprensa. Todavia, acabou trazendo receio para uma parte da torcida com o risco de ser queimado.

Foto: Vitor Silva
Fez dois gols, iniciou a jogada de outro, teve o seu nome gritado exaustivamente antes das duas cobranças de pênaltis (convertidas por Pimpão e Carleto) e, ao ser substituído, foi ovacionado pelos presentes no estádio que, infelizmente, não eram tantos (apenas 6.794). Foi a sua primeira partida entre os profissionais. Os seus dois primeiros gols. Óbvio que nós - torcida, elenco e comissão técnica - temos que ir com calma e não exigir mais do que ele possa render. Mas após a sua estreia, temos o direito de sonhar e vislumbrar um grande futuro para um garoto que ainda não completou 18 anos de vida.

Luis Henrique demonstrou um bom entendimento com o Pimpão - agora, artilheiro da competição com sete gols após os seus dois de ontem - e essa dupla poderá render bons frutos ao time. Luis Henrique e Pimpão. Que a dupla LP possa se entrosar cada vez mais e, assim como o antigo vinil, jogar por música e "secar do povo as lágrimas, ajudando o mundo a viver em paz", como diria Paulo César Pinheiro no samba "Súplica", interpretado pelo seu parceiro João Nogueira.

 Avante, Luis Henrique!

Por: Thiago Hildebrandt.
Jefferson 387 e Luis Henrique 1 Jefferson 387 e Luis Henrique 1 Reviewed by Thiago Hildebrandt on julho 04, 2015 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade

FogoNotícias