Botafogo vence fora de casa e estreia com o pé direito na série B

Foto: Satiro Sodré


O Botafogo estreou com vitória na noite de sábado em Belém. O magro placar de um a zero a nosso favor não resumiu bem o que foi o jogo. Se o Botafogo não fez uma grande partida, ao menos controlou e dominou na maior parte do tempo. No próximo sábado, 16h30, o time voltará a jogar contra o CRB no Nilton Santos.

A partida começou nervosa para ambos os lados. Aos sete minutos, o primeiro cartão amarelo para Gilberto por reclamação. Os nervos foram voltando ao normal com o decorrer do tempo. Aos doze, a primeira finalização do Botafogo. Carleto cobrou falta de longe e o goleiro Emerson defendeu em dois tempos. O Botafogo procurava dominar a posse de bola e trocava passes em seu campo ofensivo, à espera da melhor oportunidade, enquanto o Paysandu procurava acelerar o jogo e definir na primeira chance que pintasse.

Bruno Veiga deu muito trabalho para a defesa do Botafogo, principalmente ao Gilberto. Porém, a primeira boa chance dos donos da casa surgiu aos vinte e seis, quando Rogerinho chutou de muito longe, a bola desvia em Renan Fonseca e sai à direita do Jefferson, que estava bem posicionado no lance.
Aos trinta e três, Fernandes lança Arão dentro da grande área, mas o camisa oito não consegue o domínio e a zaga do Papão afasta o perigo.

Aos trinta e nove, após cruzamento e o Bill ajeitar a bola, Pimpão chuta fraco nas mãos do Emerson. E aos quarenta e quatro, a melhor chance da etapa inicial. Bruno Veiga recebe pela direita, faz o corte para fora e finaliza cruzado e rasteiro para boa defesa do Jefferson, que manda para escanteio. O primeiro tempo foi de grande domínio do Botafogo, mas o time ameaçou pouco a meta adversária.

Foto: Satiro Sodré

O segundo tempo voltou sem alteração das equipes. Logo aos nove, cruzamento da direita, o goleiro saiu mal e o Fernandes cabeceou torto, com o gol vazio. No minuto seguinte, Rogerinho sai com câimbras e Carlinhos entra em seu lugar. Após mais um erro no campo ofensivo do Diego Jardel, René Simões faz a primeira substituição do Botafogo. Entrou Daniel Carvalho no lugar do camisa dez aos dezoito minutos. E dois minutos após, após boa tabela com Pimpão, Daniel Carvalho finalizou com força dentro da grande área para boa defesa do Emerson.

Aos vinte e um, Fahel, ex-Botafogo, sai para a entrada do Ricardo Capanema, outro volante. O Paysandu começa a demonstrar sinais de cansaço a essa altura da partida e o Botafogo preenche mais os espaços do campo. A torcida local começa a gritar o nome do atacante Leandro Cearense, que acaba entrando no lugar do veterano Souza. Já no Botafogo, sai Gilberto e entra Luís Ricardo. Aos vinte e nove, a assistente Fernanda Colombo assinala impedimento em jogada que o Leandro Cearense concluiu para os fundos da rede do Jefferson após jogada pela esquerda de ataque do Papão.

Na última substituição da partida, René coloca Sassá no lugar do Fernandes aos trinta minutos. Em sua primeira finalização, Sassá recebe pela esquerda, corta para dentro e obriga o goleiro Emerson a fazer boa defesa em seu canto esquerdo e rasteiro. Era a melhor chance do Botafogo na partida. O Botafogo continua a encurralar os donos da casa em seu campo defensivo, com o Paysandu tendo raríssimas oportunidades de contra ataque.

 O Botafogo continua dominando a posse de bola e aumenta o controle na partida. Daniel Carvalho e Sassá entraram bem. Bill e Pimpão não vinham fazendo boa partida. Mas isso é o futebol. Carleto cruza da esquerda e Pimpão, nas costas da zaga adversária, conclui para marcar o único gol da partida aos quarenta e um minutos. Já nos acréscimos, quase que Pimpão, de novo, faz mais um.

Fim de papo no Mangueirão. O Botafogo estreia com vitória. Se a torcida tem motivos para críticas individuais, o time foi bem no coletivo em boa parte do tempo, faltando concluir mais a gol. Agora, terá mais uma semana inteira livre para treinamentos e buscar a segunda vitória na segunda partida da competição. Foi dado o primeiro passo correto na competição.

FICHA TÉCNICA

PAYSANDU 0 X 1 BOTAFOGO

Local:  Mangueirão, Belém (PA).
Data / Hora: 9-maio-2015 / 21h (de Brasília).
Árbitro: Emerson Luiz Sobral (PE).
Auxiliares: Elan Vieira de Souza (PE) e Fernanda Colombo Uliana (PE).
Renda / Público: R$ 565.085,00 / 19.722 presentes (18.356 pagantes).
Cartões Amarelos: Gilberto, 7'/1º.T, e Carleto, 42'/2º.T (Botafogo); Fahel, 30'/1º.T, e Yago Pikachu, 33'/2º.T (Paysandu).
Gol:
Rodrigo Pimpão, 41'/2º.T (0-1).

PAYSANDU: Emerson; Yago Pikachu, Thiago Martins, Gualberto e João Lucas; Fahel (Ricardo Capanema, 20'/2º.T), Augusto Recife, Gilson e Rogerinho (Carlinhos, 11'/2º.T); Bruno Veiga e Souza (Leandro Cearense, 26'/2º.T). Técnico: Dado Cavalcanti.
BOTAFOGO: 1- Jefferson; 4- Gilberto (15- Luis Ricardo, 26'/2º.T), 3- Renan Fonseca, 2- Diego Giaretta e 6- Carleto; 5- Marcelo Mattos e 8- Willian Arão; 11- Fernandes (18- Sassá, 30'/2º.T), 10- Diego Jardel (19- Daniel Carvalho, 18'/2º.T) e 7- Rodrigo Pimpão; 9- Bill. Técnico: René Simões. Suplentes não utilizados: 22- Renan, 13- Alisson, 14- Aírton, 16- Tomas e 17- Henrique.


Por: Thiago Hildebrandt.
Botafogo vence fora de casa e estreia com o pé direito na série B Botafogo vence fora de casa e estreia com o pé direito na série B Reviewed by Thiago Hildebrandt on maio 09, 2015 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade

FogoNotícias