Botafogo goleia em dia de festa para Nilton Santos

Foto: Vitor Silva
O Botafogo conseguiu sua segunda vitória em sua segunda partida na Série B. No dia que se celebrou os 90 anos do nascimento do maior lateral-esquerdo de todos os tempos do mundo, Nílton Santos, o Glorioso não teve dificuldades em golear o CRB por 4 a 1. No próximo sábado, 16h30, o time voltará a jogar contra o Atlético Goianiense em Brasília.

René fez duas mexidas na formação inicial em relação ao jogo anterior. Saíram Fernandes e Diego Jardel e entraram Sassá e Daniel Carvalho, respectivamente. Deu certo. Desde o apito inicial, o Botafogo sufocou o CRB até inaugurar o marcador. Aos dezesseis minutos, Sassá cruzou da esquerda e Bill, de carrinho, completou para os fundos da rede. Na comemoração, o atacante deitou no gramado e o Carleto simulou o gesto da eterna Enciclopédia do Futebol na Copa do Mundo de 1962, em um lance de Brasil x Espanha aonde o Nílton Santos faz falta dentro da área e, com um passo à frente e fora dela, força ao erro do árbitro, que marca a falta fora da área.

Foto: Satiro Sodré

Mesmo com o gol, o Botafogo continuou atacando e o CRB pouco foi visto em nosso campo de defesa. Daniel Carvalho fez uma boa apresentação na etapa inicial, comandando as criações das jogadas e ditando o ritmo no meio. Mas a melhor opção do Botafogo continuava sendo o Sassá pelo lado esquerdo do ataque. O lateral adversário terá pesadelos na noite de hoje, provavelmente.

Foto: Vitor Silva
O ritmo foi diminuindo com o passar dos minutos até o encerramento do primeiro tempo. Na volta do intervalo, sem modificações nos times, o Botafogo voltou muito mais ligado e tratou de liquidar a partida. Logo aos três, Bill anotaria o seu segundo gol na tarde, mas o assistente não validou o lance de forma equivocada, pois o camisa 99 estava em condições legais de jogo. Mas aos oito, o estreante Lulinha, que entrara minutos antes no lugar do Sassá, amplia para dois a zero após um presente do goleiro adversário.

Foto: Vitor Silva
Aos dezesseis, Arão faz três a zero em um lindo chute de primeira e de fora da área, após jogada do Pimpão pela esquerda. E aos vinte e dois, Elvis, que tinha entrado no lugar do Daniel Carvalho, faz o quarto em mais uma falha do goleiro do time alagoano, que definitivamente não esteve em um dia feliz.

Foto: Satiro Sodre
Com a vitória consolidada, mesmo com o René promovendo a estreia do Camacho minutos após o quarto gol e, possivelmente, fazendo algumas observações para o decorrer da temporada, o Botafogo continuava em cima e não tirava o pé do acelerador. Tinha o domínio e o controle da partida totalmente. Mas uma expulsão infantil do Pimpão aos vinte e cinco minutos tornou-se um balde de água. Após um lance pelo lado esquerdo de ataque, discordou de uma marcação do árbitro e recebeu o segundo cartão amarelo corretamente.

Após esse incidente, o Botafogo recuou devido à inferioridade numérica e o CRB acabou por fazer o seu gol de honra aos trinta e um minutos. Jefferson nada pôde fazer. O time alagoano ainda assustou a meta do goleiro da seleção brasileira por mais algumas vezes, obrigando-o a fazer uma bonita defesa aos trinta e três, mas o placar não se alterou mais até o apito final. Ainda teve tempo para gritos de "olé" da torcida nos derradeiros minutos após o Botafogo conseguir trocar alguns passes em sequência.

Uma bela atuação que deixa a torcida confiante para a sequência do campeonato. Uma linda tarde de homenagens para o nosso eterno Nílton Santos. Bela festa nas arquibancadas. Entretanto, se o time demonstrou concentração em boa parte da partida, jogando com seriedade mesmo com o placar a favor, não pode demonstrar desequilíbrio em momentos bobos como o do Pimpão, desfalque certo na próxima partida, no Mané Garrincha. Aliás, como nesse sábado tivemos a bênção do nosso camisa 6, que no próximo sábado tenhamos a bênção do Anjo das Pernas Tortas na capital federal.

Foto: Vitor Silva
FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 4X1 CRB

Local:
Nílton Santos, Rio de Janeiro (RJ).
Data / Hora: 16-maio-2015 / 16h30 (de Brasília).
Árbitro: Paulo H. Schleich Vollkopf (MS).
Auxiliares: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Claysson Vieira de Morais (MS).
Renda / Público:  R$ 319.850,00 / 12.535 presentes (10.600 pagantes).
Cartões amarelos: Rodrigo Pimpão, 35’/1º.T, Marcelo Mattos, 40’/1º.T, William Arão, 43’/1º.T, Elvis, 38’/2º.T, e Carleto, 45’/2º.T (Botafogo); Cleberson, 41’/1º.T, Gleidson, 6’/2º.T, e Valkenedy, 36’/1º.T (CRB).
Cartão vermelho: Rodrigo Pimpão, 26’/2º.T (Botafogo).
Gols: Bill, 17’/1º.T (1-0); Lulinha, 9’/2º.T (2-0); William Arão, 16’/2º.T (3-0); Elvis, 21’/2º.T (4-0); e Fernando, 31'/2º.T (4-1).

BOTAFOGO:
1- Jefferson; 4- Gilberto, 3- Renan Fonseca, 2- Diego Giaretta e 6- Carleto; 5- Marcelo Mattos (21- Camacho, 18’/2º.T) e 8- Willian Arão; 10- Daniel Carvalho (19- Elvis, 12’/2º.T); 11- Sassá (17- Lulinha, 4’/2º.T), 7- Rodrigo Pimpão e 99- Bill. Técnico: René Simões. Suplentes não utilizados: 22- Renan, 13- Alisson, 14- Fernandes, 15- Luís Ricardo, 16- Tomas, 18- Henrique e 20- Diego Jardel.

CRB
Júlio César; Paulo Sérgio, Daniel, Audálio e Gleidson; Glaydson (Fernando, 18’/2º.T), Olívio, Leandro (Gerson Magrão, 27’/2º.T) e Clebinho (Kenedy 20’/2º.T); Maxwel e Daniel Cruz. Técnico: Alexandre Barroso.

Por: Thiago Hildebrandt.
Botafogo goleia em dia de festa para Nilton Santos Botafogo goleia em dia de festa para Nilton Santos Reviewed by Thiago Hildebrandt on maio 16, 2015 Rating: 5

Um comentário

Publicidade

FogoNotícias