Assumpção admite ter sonegado impostos: 'Ou pagava ou fechava'

Foto: Reprodução de Internet
Presidente do Botafogo participou do programa "Bola da Vez", da ESPN, na última terça-feira



Após ser alvo de diversas acusações do ex-presidente do Botafogo, Bebeto de Freitas, o atual mandatário do clube, Maurício Assumpção, teve o direito de se defender. Em participação no programa “Bola da Vez”, do canal por assinatura ESPN, Assumpção falou de diversos assuntos, e a atual situação financeira do clube não fora de pauta.

Uma empresa já teria fechado as portas, mas é a realidade do Botafogo e de outros clubes. Está se tornando cada vez mais impagável – ressaltou Assumpção, que assumiu não ter pago impostos durante um período de oito meses esperando a atuação do Proforte (agora, Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte).

- Ou pagava ou fechava.

Indagado sobre sua passividade quanto a perda do Engenhão, Maurício disse que ainda nessa semana, entrará com um processo na justiça para o clube reaver o dinheiro que deixou de receber com o fechamento do estádio.

- Nós contratamos um escritório, que fez um levantamento de quando poderíamos receber. O Botafogo vai entrar com uma ação nesta semana, mas ainda vai decidir contra quem. O escritório nos explicou que não adianta o Botafogo dizer o quanto pode receber. É preciso provar com uma auditoria externa. Hoje, sabemos o caminho a seguir – afirmou.


Na sabatina, o presidente ainda criticou opositores que segundo ele, indicaram empresas para patrocinar o Botafogo em troca de comissões, além de dizer que candidatos da oposição incitam a torcida a vaiá-lo. Assumpção disse ainda que um dos opositores chegou a oferecer um cargo na diretoria do clube a um líder de uma das torcidas organizadas do clube.



Por: Igor Melo
Assumpção admite ter sonegado impostos: 'Ou pagava ou fechava' Assumpção admite ter sonegado impostos: 'Ou pagava ou fechava' Reviewed by Informe Botafogo on agosto 06, 2014 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade

FogoNotícias