AO MESTRE, COM CARINHO!

Em dia de homenagens ao botafoguense Luiz Mendes (morto na quinta), Botafogo vence o Cruzeiro e segue vivo na luta pelo título



Jogando a má fase para escanteio, o Botafogo deu a volta por cima e voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. Com um gol de Loco Abreu, o Alvinegro venceu o Cruzeiro por 1x0 e voltou a brigar pelo título. Com a vitória, o Glorioso chegou a 55 pontos e se mantém na mesma terceira posição, mas podendo ocupar a vice-liderança amanhã, em caso de derrota do Corinthians.

O JOGO

Mandando o jogo, o Botafogo começou a partida se impondo e logo aos 16 segundos foi pra cima do Cruzeiro e conseguiu o primeiro escanteio da partida. Aos dois minutos o Botafogo teve outro escanteio, mas assim como o primeiro, o tento não levou perigo a raposa. Aos 4, Alessandro tabelou com Lucas Zen e mandou para a área, mas a zaga do Cruzeiro mandou para escanteio.

Aos nove minutos, o Botafogo teve uma boa jogada com Maicosuel. O meia recebeu de Herrera, passou por três adversários e invadiu a área, mas já desequilibrado, o jogador foi ao chão e o juiz mandou seguir. Aos 16, Herrera subiu em velocidade e arriscou o chuta de fora dá área, que não ofereceu perigo à Fábio. Aos 24 minutos o Botafogo começou a crescer no jogo, juntamente com as vaias da torcida para o lateral-direito Alessandro.

Aos 27, Alessandro recebeu e tocou para Maicosuel, que cruzou para dentro da área, mas a zaga cruzeirense afastou. Seis minutos depois, foi a vez de o Cruzeiro oferecer perigo ao Botafogo. Depois de tanto lutar Anselmo Ramos tabelou com Charles e tentou chutar para o gol, mas Jefferson chegou abafando o perigo.

Aos 34 o Botafogo perdeu a sua melhor chance que teve no jogo. Após trocar passes a bola sobrou com Elkeson que cruzou para Herrera, que “embaixo da trave” mandou por cima da meta, para delírio da torcida alvinegra. Aos 42 o Botafogo teve uma falta cobrada com perigo por Maicosuel, aonde a bola bateu na rede pelo lado de fora.

Um minuto depois Herrera teve a chance de se redimir pelo gol feito que disperdiçou, mas novamente decepcionou. Após receber um bolão de Elkeson, o argentino entrou sozinho de frente para o goleiro Fábio, mas chutou torto. No último lance da partida, Diego Renana na tentativa de chutar em cima de Herrera chutou para dentro da sua área, obrigando Fábio a defender com as mãos, o que a torcida e os jogadores do Botafogo entenderam como recuo.

INFLAMADO pela torcida, o Botafogo voltou para o segundo tempo com a mesma força que terminou o primeiro. Prova disso foi o gol de Loco Abreu, logo aos 10 minutos da etapa complementar. Após contra-ataque veloz puxado pelo Bota, Elkeson recebe e acerta um cruzamento milimétrico na cabeça de Abreu, que mandou para o fundo do barbante.

Três minutos depois o Botafogo teve mais uma jogada perigosa, agora com Maicosuel, que após recuperar a bola, disparou pela intermediária, saiu de dois marcadores e entrou na área. Desequilibrado, o meia mandou a bola por cima do gol. Um minuto depois, foi a vez de o Cruzeiro oferecer perigo.

Montillo tocou para Anselmo Ramon, que brigando com a bola conseguiu chutar para o gol, mas a bola parou nas mãos de Jefferson. Aos 28 o Botafogo voltou a pressionar. Maicosuel deu um drible desconcertante no marcador e soltou em Everton (que entrou no lugar de Elkeson). Na tentativa de cruzar para Loco Abreu, o jogador mandou a bola para longe.

Com o cronômetro se encaminhando para o fim da partida, já aos 39 do primeiro tempo o Botafogo teve a chance de matar o jogo com Loco Abreu. O uruguaio ganhou do compatriota Victorino, dominou, driblou Fábio e sem ângulo chutou para o gol. Naldo apareceu milagrosamente para salvar a pele do Cruzeiro. Com a chance perdida por Loco Abreu, o Cruzeiro foi só pressão. Aos 43, Montillo recebe e chuta de primeira para o gol, mandando por cima da meta. E foi assim até o fim do jogo. Quando o árbitro deu o apito final, o Engenhão foi só festa!

O próximo compromisso do Botafogo será contra o Figueirense, no próximo fim de semana.

FICHA TÉCNICA:
Retirada do Lancenet!

BOTAFOGO 1 X 0 CRUZEIRO

Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data / hora: 29/10/2011 - 18h

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Carlos Emanuel Manzolillo (DF) e Julio César Rodrigues Santos (RS)

Público / Renda: 12.397 pagantes / R$ 255.790
Cartões amarelos: Herrera (BOT); Farías (CRU).
Cartões vermelhos: Não houve.
Gols: Loco Abreu, aos 9'/2º T

BOTAFOGO: Jefferson; Alessandro, Antônio Carloes, Fábio Ferreira e Cortês; Lucas Zen (Léo 38'/1ºT), Renato, Maicosuel e Elkeson (Everton, 28'/2ºT); Herrera (Caio, intervalo) e Loco Abreu - Técnico: Caio Junior.

CRUZEIRO: Fábio; Léo, Victorino e Naldo; Marquinhos Paraná, Charles (Élber, 22'/2ºT), Roger, Montillo e Diego Renan; Farías (Wellington Paulista, 13'/2ºT) e Anselmo Ramon (Keirrison, 30'/2ºT) - Técnico: Vágner Mancini





Por: Igor Melo
AO MESTRE, COM CARINHO! AO MESTRE, COM CARINHO! Reviewed by Informe Botafogo on outubro 29, 2011 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade

FogoNotícias