Botafogo 2 x 1 Grêmio - vitória maiúscula


Marcinho - Botafogo
Foto: Reprodução/ Twitter BFR
Um dos melhores jogadores em campo no primeiro tempo

Não faz muito tempo um amigo me disse o seguinte: "não deixe que a faculdade mate seu amor pelo Botafogo. Respondi a ele que não era a faculdade (se bem que houve e tem tido alguns jogos  a noite que tem sido inviáveis de ir), mas sim minha escala no trabalho e hoje, atendendo a um pedido de um amigo do trabalho, fiz uma troca e devo - lhes dizer: foi bom eu ter feito essa troca uma vez que não tenho o costume de fazer isto! Como de praxe, não consigo ir direto ao ponto, sempre tenho algumas considerações a fazer, vamos a elas:

Para começar parei no bar em frente ao setor oeste para beber um gelo, mas quando chegamos na segunda (meu pai estava comigo) ao ver uma amiga passar, fui ao seu encontro pois desejava saber dela se o Mendonça (ex - jogador do Botafogo) estava na área: fui ao estádio hoje (também) com o intuito de comprar um livro sobre ele mesmo. Minha amiga disse que ele já havia passado por ali e que iria voltar. Retornei para onde o meu pai estava e abrimos aquela que deveria ser a última cerveja. ansioso e preocupado meu pai sugeriu - me que acabássemos de beber aquela cerveja e no caminho para o nosso setor parássemos onde o Mendonça poderia estar e assim foi feito. Mas onde estava o Mendonça? Decidi esperar e com isso abrimos mais uma cerveja e nesse meio tempo conheci pessoalmente uma amiga das redes sociais, bati um papo com um amigo e conheci um outro amigo (também das redes sociais) que se assustou quando o chamei pelo nome que ele assina na internet. Por fim, descobri que o Mendonça não estava muito longe e fui ao encontro dele. Muito atencioso, ele disse que estava sem os livros e pela segunda vez tirei umas fotos com ele! O Mendonça é um cara super gente boa e as fotos que eu tirei com ele estão no meu face.

Na entrada do estádio revi dois amigos (na verdade, no caminho para o meu setor eu já havia visto outro) com um desses amigos (outro das redes sociais com o qual eu já havia me comunicado antes) também tirei uma foto. Meu pai e eu ganhamos um copo personalizado (o copo feito em parceria com o spotfy) e sem resistir (depois que já havia encontrado o meu lugar - o de sempre) voltei para comprar o copo que fazia alusão ao título carioca desse ano: mais um para a coleção. Me reuni a velhos e conhecidos amigos para assistir ao jogo em meio àquele sol inclemente tal qual como o calor. Mas vamos falar um pouco do jogo (sendo que não falarei necessariamente pela ordem):

Quem abriu o placar foi o Botafogo, contudo gostaria de ressaltar o "frango" do Jefferson! Ouvi muitos dizerem que se fosse o Gatito ninguém estaria criticando como o Jefferson foi criticado e eu ainda ouvi dizer que teria sido gol contra do Igor Rabello: vi e revi o lance e foi o nosso goleiro que colocou a bola para dentro e detalhe: ouvi uns torcedores comentando que realmente havia sido "frango", sem contar que o nosso goleiro não sai em determinadas bolas.

Devo destacar a atuação do lateral Marcinho no primeiro tempo: foi muito bem! Pena que voltou "apagado" para o segundo tempo, mas nada que o comprometesse. Só achei que em determinados lances ele enfeitou demais e poderia ter simplificado, contudo vi um lance (acho que já no segundo tempo) que ele (Marcinho) estava na "fogueira" e ninguém chegou junto para ajudar. Fiz este comentário assim que vi isso (sempre falo) e pode ter certeza de que ao ver essas situações eu fico puto pra caralho! Aliás, ao ver o Marcinho nesta situação, foi o que realmente eu disse: caralho!

Joel Carli (nosso xerife) e o Rabello (Igor - nosso general) estavam afiados e conscientes do que deveriam fazer. É bem verdade que o Grêmio chegou algumas vezes, mas no momento do jogo (momento crucial para se tirar quaisquer dúvidas) e agora aqui, digo - vos que eles não tiveram culpa que sofremos. Quanto ao Gilson... que porra de gol foi àquele? Foi como um amigo meu via whatsapp disse no pós jogo: "herói improvável" e também pelas redes sociais, uma amiga minha comentou que está na hora da torcida parar de pegar no pé de alguns jogadores: o Gilson seria um deles...durante o jogo uma amiga minha disse que por mais que o Gilson estivesse jogando bem, dá para sentir falta do Moisés, o amigo que estava ao meu lado disse que não, no sentido de que Gilson estava fazendo uma boa partida e se ele está ou estava certo, ele (Gilson) foi recompensado com aquele puta chute (que se tornou um golaço) e selou a vitória do Botafogo (de novo nos acréscimos) fazendo com que a torcida fosse a loucura!

Rodrigo Lindoso continua se destacando e apareceu bastante, assim como Renatinho (este último de maneira negativa), explico: uma torcedora (minha amiga também) disse que ele não estava rendendo e que uma das substituições feitas por Alberto Valentim deveria ter tido como torca a saída deste jogador: ponderei que o Renatinho (defendi o jogador na verdade) estava voltando de contusão e que talvez ele estivesse sentindo o jogo pesar para ele ou seja, voltamos ao ponto de partida: por quê o Valentim não o substituiu?

Durante a semana vi um comentário nas redes sociais onde determinado torcedor disse que está na hora de darmos uma "colher de chá" para o Rodrigo Pimpão pois se está ruim com ele, muito pior será (seria) sem ele; ouvi algo semelhante de alguns torcedores hoje quando ele sentiu e pediu para ser substituído. Acontece, porém, que esses torcedores são contrários ao Pimpão e disseram que se sai o Pimpão, entra o Ezequiel (que por sinal alguns torcedores não gostaram da sua atuação), entra Pachu ,ou um outro igual ou pior que o Pimpão e que nós (isso foi o torcedor dizendo) ao invés de mandar o Pimpão ir para o caralho, vai mandar o que entrar no lugar dele pois será aquela situação do "seis por meia dúzia". Nossa torcida é foda, sempre reclamando, nunca satisfeita. Contudo, como sou torcedor também tenho minhas broncas às vezes, mas alguns de nós chegamos a ser chatos ao extremo, puta que pariu! Quase me esqueço (já estava indo abrir outro parágrafo): ouve quem aplaudiu a contusão do Pimpão, que agradeceu e que está contando que ele fique fora dos jogos que virão...

Acho que Léo Valência apareceu pouco nesta partida; Marcos Vinicius foi criticado e o que amenizou a situação do Brenner foi o gol que ele fez abrindo a partida ainda no primeiro tempo da entrada (no bico da grande área): você considerou o gol dele um golaço também? Pode ser que sim, mas eu diria que a sorte estava do nosso lado: bateu na trave e entrou!

Já em casa e vendo as reportagens pelas redes sociais vi o fora que nosso técnico deu em um repórter quando este menosprezou a vitória do Botafogo, pois o Grêmio jogou com o time reserva! Foda - se: nós jogamos para vencer e vitória é vitória!

O jogo acabou e teve festa da torcida que estava em êxtase; teve a tradicional foto da vitória que costumo tirar com os amigos e com a graça de Deus, mais um jogo na conta (com vitória) e um abençoado retorno na volta para casa.

É BOTAFOGO PORRA!

Saudações Alvinegras!!!
Botafogo 2 x 1 Grêmio - vitória maiúscula Botafogo 2 x 1 Grêmio - vitória maiúscula Reviewed by Thiago de Castro on abril 28, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade

FogoNotícias