OPINIÃO DA REDAÇÃO: Os prós e contras de usar garotada

Foto: Vitor Silva / SSPress / BFR


Felipe Conceição na coletiva após o empate por 2 a 2 com a Portuguesa disse: "Fiquei até satisfeito com a reação da equipe, pois tivemos apenas 12 dias de preparação." A declaração foi, para muitos, uma desculpa para explicar uma má atuação. No entanto, a afirmação do treinador botafoguense tem fundamento.

Os jogadores passam 30 dias de férias, muitos desses não cuidam do corpo durante as férias, visto que já passam uma temporada inteira fazendo isso, e quando retornam estão acima do peso, com percentual de gordura elevado entre outros. Para recuperar é necessário tempo.

Porém, no dia seguinte a afirmação do treinador, o rival Flamengo mandou a campo um time recheado de garotos da base, que deram imenso trabalho ao Volta Redonda, jogando com muita movimentação e correria. Isso mostra que além da juventude o físico dos meninos estão em dia.

Então, fica o questionamento. Por que não mandar a campo a garotada da base e dar mais tempo de preparação pra equipe principal? Para dirigentes do alvinegro isso iria desvalorizar ainda mais o campeonato. Mas se analisarmos friamente veremos que jogar com a base no início pode ter mais resultados positivos que negativos. Vejamos:

Positivos

Oportunidade: Dar oportunidade a base é sem dúvida uma grande experiência para os meninos, eles que estarão fazendo uma espécie de "estágio" na equipe principal já estariam habituados quando efetivados aos profissionais.

Resultado: Sabendo que está jogando com uma equipe recheada de meninos a pressão não seria tão grande pela vitória, uma derrota não seria considerada um tropeço. E no caso de vitória a base estará se valorizando mais.

Físico: A Copa SP de futebol Júnior começa  no início de janeiro, logo a preparação dos garotos vem bem antes, quando inicia o Carioca eles já estão no auge físico, se colocando em igualdade aos clubes pequenos que também iniciam a preparação para o Carioca bem antes dos grandes.

Preparação: Jogar com os aspirantes daria aos profissionais mais tempo para recuperar a parte física e entender as orientações do novo treinador. Não seria necessário jogar o carioca todo com a base, porém iniciar com eles faria diferença no final

Negativos

Valorização: Se é que podemos considerar como negativo, seria o "esvaziamento" nos estádios, pois muitos torcedores não iriam pra ver a molecada jogar, contudo na estreia do Fogão, com a equipe principal, tivemos apenas 4 mil torcedores.

Mental: Alguns garotos necessitam de uma preparação mental para jogar na equipe principal. Muitos ficam nervosos com a chance e isso pode acabar intimidando o garoto fazendo com que ele não mostre o seu verdadeiro futebol.
OPINIÃO DA REDAÇÃO: Os prós e contras de usar garotada OPINIÃO DA REDAÇÃO: Os prós e contras de usar garotada Reviewed by Keno Costa on janeiro 18, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade

FogoNotícias