Olho na base: Promessas do Bota podem ser fundamentais em 2018

Cinco jogadores da equipe sub-20 do Bota subiram para o profissional
(Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)
O Botafogo terá um ano difícil em contratações para reforçar a equipe no próximo ano, situação que já foi confirmada tanto pela presidência atual, e também por Nelson Mufarrej, vencedor da eleição para a mudança de cargo em 2018. A expectativa é que as coisas possam melhorar para o Glorioso apenas em 2019 e até lá terá que contar com as promessas da base como saída para a crise financeira.

A situação de contar com jogadores da base ultimamente tem dado certo para a equipe Alvinegra, desde 2013, quando revelou o zagueiro Dória, que hoje atua no Olympique de Marseille e o atacante Vitinho, que é jogador do CSKA Moscou. Até 2017 o Botafogo também revelou outros jogadores que saíram valorizados do clube.


Este ano, o clube contou com os jovens Igor Rabello, Matheus Fernandes, Marcinho, Leandrinho, Marcelo. Os zagueiros Igor, Marcelo e também o volante Matheus Fernandes foram os que mais conseguiram se destacar no ano. Especialmente na Libertadores, os jogadores tiveram muita importância para que o clube chegasse nas fases finais da competição.

O volante Matheus Fernandes deu uma entrevista para o Globoesporte.com e contou que no próximo ano ele e outros atletas que subiram da base serão importantes para o crescimento dos jovens que forem chegando para a equipe profissional.

- Acho que facilita muito, não só por já haver jogadores da base, mas pelo fato de haver pessoas da comissão técnica no profissional e que também trabalharam com a garotada. Essas pessoas têm conhecimento antigo dos meninos, desde as categorias mais baixas e isso aumenta a possibilidade deles terem um bom desempenho dentro de campo, sem tanta pressão  – disse o jogador.

Sobre a oportunidade ter aparecido para o atleta em uma competição importante, e por ter substituído atletas como Montillo e Aírton, o jogador foi questionado sobre qual o segredo para o sucesso na equipe.

- Acho que o primeiro passo para um garoto é ter foco, paciência e trabalhar sempre. As oportunidades vão aparecer, sobretudo pelo fato do Botafogo ser um clube grande. Quando aparecerem, tem que agarrar. São muitos querendo, mas poucos conseguem. Quando a chance está lá, você vai deixá-la passar? Quando apareceu a minha, agarrei e estou aí até hoje – destacou Matheus Fernandes.

Além de Matheus Fernandes, o zagueiro Igor Rabello, um dos destaques do clube no ano, foi especulado em outros clubes, mas deve permanecer no Botafogo e também será importante no auxilio para os jogadores da base que forem chegando no time principal.

Em 2018, os principais jogadores da base como: os zagueiros Kanu e Helerson, o lateral-esquerdo Yuri, e a principal expectativa da torcida Alvinegra, o meia Ezequiel, que fui utilizado na parte final do Campeonato Brasileiro e marcou um belo gol no último jogo da competição, contra o Cruzeiro, no Nilton Santos, mas que não foi suficiente para a classificação da equipe para a Libertadores em 2018.
Olho na base: Promessas do Bota podem ser fundamentais em 2018 Olho na base: Promessas do Bota podem ser fundamentais em 2018 Reviewed by Eduardo Rodrigues on dezembro 14, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade

FogoNotícias