Botafogo 1 x 2 Atlético - GO - Imperdoável


Botafogo x Atlético-GO
Herói ou vilão? Vai ou fica?
Foto: Frame/Premiere

De terça para quarta, levantei - me para trabalhar com uma leve dor no pescoço, dor nos ombros de ponta a ponta e também por toda a extensão das costas: não pensei que tais dores fossem se acentuar e preferi não me medicar; do meio para o final da tarde, as dores aumentaram e não teve jeito: tive que medicar - me e após ter feito isso, as dores diminuíram. Sabe quando alguém vê você se contorcendo todo e diz que vai ter um torcicolo por que girou quase que a 360° sua cabeça ao ver uma mulher bonita e gostosa passar ao seu lado? Pois é, não foi o meu caso pois eu já estava com o tal do torcicolo! Cheguei em casa, tomei banho, jantei e parece que o fato de eu ter relaxado fez com que eu voltasse a sentir as dores novamente. Sabe por que estou esmiuçando nessa questão das dores que senti? Quinta - feira tinha jogo do Botafogo e se eu não melhorasse, provavelmente eu não compareceria ao estádio...

Pela manhã de quinta - feira, ainda permanecendo com as dores e tendo medicado - me com outro remédio, contava que pudesse melhorar e de fato as dores amenizaram um pouco. Entretanto, devido ao horário do jogo e tendo que trabalhar no dia seguinte, eu corria o risco de chegar em Marechal e ter que esperar meu ônibus o que faria com que eu chegasse muito tarde em casa. Para isso eu contava de ir para a casa de meus amigos que residem na Vila da Penha para de lá sair e poder ir trabalhar hoje, mas infelizmente dessa vez isso não seria possível. Só me restava assistir ao jogo de casa mesmo...

Era nítida a vontade de jogar do time do Atlético - GO, tanto que não demorou muito o dragão fez um gol (gol este anulado), e se eles jogavam deste jeito, com vontade, garra, determinação, vontade, era por que acreditavam que podiam, podem, tirar o time da situação em que se encontra! Mas do outro lado tinha o Botafogo que deveria jogar com o mesmo ímpeto, vontade, GARRA, determinação e vontade pois está brigando por uma vaga direto na fase de grupo da libertadores 2018. O Botafogo até procuraria se encontrar, mas o coletivo não estava ajudando... no primeiro gol do Atlético - GO, a transição meio - de - campo - defesa do Botafogo falhou ao permitir que o jogador deles fizesse o que fez: aquele balaço contra o gol de Gatito! Entretanto, a mesma falha que o Botafogo teve, o dragão também teve e de fora da área, João Paulo chutou e empatou o placar da partida: 1 x 1. Na altura do campeonato, a torcida (impaciente) já começava a vaiar os jogadores...o que dizer do segundo gol do Atlético - GO? Gatito defendeu (espalmou) o jogador adversário sem ter sido combatido jogou para o outro lado da área e o outro jogador (mais uma vez sem ser combatido, ser marcado pela nossa defesa) chutou a gol: 2 x 1 Atlético - GO! Sou a favor das vaias, mesmo que eu não concorde e se eu não concordo e no meio das vaias ocorrem os aplausos e eu não estou satisfeito, cruzo os braços: já fiz isso inúmeras vezes...entretanto, na altura do campeonato, com o Botafogo se esforçando pelo empate (talvez tardiamente) e a torcida vaiando com os jogadores com os nervos a flor da pele, não poderia esperar até o final do jogo? Conversando com uma amiga hoje pela manhã, ela disse que já está na hora do Jefferson voltar, pois ele (Jefferson) não toma os gols que que Gatito vem tomando; mas, espera! Será que o Gatito ficará marcado pela falha da defesa do jogo anterior ao de ontem? Volto a repetir - me: E quando o Jefferson estava fora? Quem foi que salvou o Botafogo? Tudo é questão de interpretação, posso não concordar (é um lema, uma filosofia em minha vida), mas respeito as opiniões contrárias, mas ao receber a mensagem dessa minha amiga, deu a entender que o Gatito falhou ontem de novo! Por enquanto, comigo, ele tem crédito.

Não se trata de fazer um "mea - culpa" ou algo do tipo, mas próximo do fim do jogo, Carli foi para área (sua altura poderia ser essencial para que ocorresse o gol de empate); Arnaldo foi bem na velocidade, mas perdeu muitas bolas bobas; Rabello apareceu (mas onde estava na hora dos gols do adversário?); Já devia estar no segundo tempo quando ouvi falar o nome de Gilson.

Rodrigo Lindoso foi pouco efetivo; Rodrigo Pimpão (que substituiu Bruno Silva) quase não deu as caras; o gol do João Paulo foi fruto do seu empenho e regularidade dentro do time e talvez esse tenha sido um dos poucos momentos de lucidez do time dentro da partida; na transmissão do Premiere, (acho que foi um dos repórteres) disse que Jair orientou ao Marcos Vinícius que entrasse no jogo! Ou seja: até então não estava fazendo uma boa partida; Outro que teve destaque positivo é pouco utilizado, foi Leo Valência! Se bobear, ele deve estar se perguntando: o que será que eu vim fazer no Botafogo?

É claro que a torcida não aguentará, não irá esperar para vaiar jogador A ou B, mas confesso que mais do que em outros jogos, me deu raiva do Guilherme ontem e de maneira geral, talvez o Brenner também mereça nosso voto de confiança pelo jogo de ontem e por fim Vinicius tanque que perdera algumas chances de gol: pra que enfeitar? Pra que tentar fazer gol de bicicleta ou meia bicicleta? Faça o simples...

Antes da partida de ontem, li uma reportagem na qual o Cruzeiro dizia que tinha noção do quanto seria difícil tirar Bruno Silva do Botafogo: o mesmo Cruzeiro que acabou de vender Diogo Barbosa para fazer caixa! Então eu pergunto: Bruno Silva vai ou não vai? Se vai, vai para onde? Na minha opinião, parte do segundo gol que levamos, começa em falha deste jogador no meio de campo quando ele perde a bola e quando isso aconteceu eu pensei: puta que pariu, Bruno Silva não está jogando nada hoje, como de fato realmente ele não jogou e as vaias da torcida foram em sua maior parte para ele e Guilherme. Durante a transmissão do Premiere, Carlos Eduardo Lino disse que não teria tirado o Bruno Silva e mesmo com raiva da atuação dele, eu concordei com a opinião do comentarista. Até que quando ele foi substituído, fez o gesto que você vê na foto acima...pronto! Foi o suficiente para se abrir uma polêmica, uma crise em momento inadequado dentro do clube que daqui há uma semana terá eleições para o próximo triênio! Minha ideia original era fazer dessa crônica uma crônica menor, mas penso que devo me aprofundar mais no assunto desse parágrafo:

Creio ter sido nessas linhas (não lembro ao certo) de ter comentado que em conversa com um amigo, ele disse que o psicológico dos jogadores não pode ser abalado pelas quedas na copa do Brasil e também na libertadores pois eles ganham para isso: jogar! Mas que o psicológico mais abalado é o nosso, do torcedor que, gasta, enfrenta calor, sol forte, chuva e vai para o estádio assistir àqueles que ganham para fazer o seu melhor. Por exemplo: há quem diga que o time que caiu na libertadores, caiu como homens; já na copa do Brasil caímos como covardes! Você concorda? Há torcedores (rivais ou não) que dizem que (em outras palavras) os jogadores da atualidade, são mercenários! Um exemplo disso (no que diz respeito ao psicológico) seria a queda na libertadores pois se o time chegasse mais longe, a visibilidade deles (jogadores) seria maior e eles poderiam conseguir contratos melhores! Você concorda com tais afirmações?

Minha interpretação para o gesto de Bruno Silva foi o seguinte: uma vez que ele estava sendo vaiado e foi substituído, ele quis dizer mais ou menos assim: "calma que estou saindo". A torcida o vaiava achando que ele não fizera uma boa partida e ele faz o referido sinal como que "tranquilizando" a torcida por não ter de vê - lo jogando da forma como estava jogando ou foi uma provocação onde ele quis dizer: "já que vocês não me querem aqui, estou de saída". No calor do momento, seja lá qual tenha sido a intenção dele, a torcida com raiva por estarmos perdendo para o lanterna do campeonato, fez com que fosse pensado que ele está indo (de fato) para outro clube (mesmo que não seja o Cruzeiro). Nessas horas o que eu me pergunto é o seguinte: por que a diretoria não se pronuncia de forma veemente? Aprendi uma frase que diz o seguinte: "ruim com ele, pior sem ele" e enquanto já existe alguns torcedores que acham que Bruno Silva não deveria nem jogar mais e então vos deixo mais uma pergunta: vai colocar quem no lugar dele? Será que tudo que o jogador fez até aqui na melhor fase do Botafogo pode ser descartado?

Fui dormir pensando: será que fiz bem em ter renovado meu sócio torcedor? Outros amigos estão se perguntando a mesma coisa! Será que o Botafogo vai gastar o seu último gás e conseguir uma vaga no G4 indo direto para a fase de grupos ou será que ficará na pré novamente? Ou pior: ficaremos de fora! Como você deve ter percebido, fiz esta crônica baseando - me no que eu assisti do jogo de ontem e em base em conversas que tive com outros torcedores (como você) amigos meus! Posso lhes afirmar que a chapa está quente e pode esquentar ainda mais...mas se podemos dizer que existe algo de bom nessa história é que, em ano de eleição no clube, pelo menos não estamos na zona de rebaixamento e\ou brigando para não cair!

Saudações Alvinegras!
Botafogo 1 x 2 Atlético - GO - Imperdoável Botafogo 1 x 2 Atlético - GO - Imperdoável Reviewed by Thiago de Castro on novembro 17, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade

FogoNotícias