O resultado foi o que menos importou

Nem sei como descrever o que aconteceu ontem fora de campo. Em tempos de resgate da torcida Botafoguense, onde é montada toda uma estratégia para trazer o torcedor de volta ao Estádio, nos deparamos com uma atrocidade dessas. Depois dizem que o Botafoguense não vai ao Estádio, principalmente nos clássicos. Quando dizem que é por causa da confusão, os outros dizem que é desculpa esfarrapada. Vimos ontem... E quarta-feira, terá policiamento? Será que o torcedor vai para o Estádio tranquilo?

Vamos focar no jogo, um jogo bem com cara de clássico mesmo. Jogo bom, corrido, pegado, bom teste para os reservas do Botafogo, que se saíram muito bem. Fizeram um jogo de igual para igual com os titulares do Flamengo. Mas também, não podemos confundir as coisas, isso não quer dizer que se fosse o time titular então, o Botafogo iria vencer. Seria um outro jogo, um outro contexto, mas é claro que, essa atuação de ontem, serviu principalmente para apagar as más impressões deixadas pelos reservas no início do campeonato.


Para o Botafoguense, não vejo motivo para se preocupar, nem com o resultado, nem com o campeonato, já que o magnifico regulamento deste ano, proporciona pelo menos 2 clubes, a se classificarem para as semi finais do campeonato, sem ganhar sequer um turno. Logo, o Botafogo ainda terá um campeonato inteiro para se juntar ao seus principais rivais nos jogos que realmente importam, que são as semi finais gerais.

Quanto ao planejamento da diretoria de atuar com os reservas, eu fui contra no começo do campeonato, mas ontem, fui super à favor. Ai coloca os titulares, expõe os jogadores a um jogo mais duro, como são os clássicos, perde jogadores importantes e ainda era capaz de perder o jogo. Atuando desta forma, Jair jogou toda a responsabilidade do jogo, no Flamengo e só não deu mais certo, por que o Botafogo perdeu o jogo, por pouco.

Agora o que temos que entender, é como os mesmos problemas de lesão do ano passado, voltam a se repetir, com um mês de temporada. Não venham me dizer que isso é normal, pois estou vendo isso acontecer apenas no Botafogo. É um problema de preparação física? Departamento médico? Alguém precisa detectar isso, o Botafogo não pode ficar convivendo com isso e todo mundo achando que isso é normal, principalmente para um clube que tem um bom time, mas que não tem o elenco numeroso, em termos de qualidade.

Para o jogo de quarta-feira, eu palpito que Camilo irá para o jogo e Montillo não. Apesar disso, não vejo nenhum motivo para o Botafogo temer o Olímpia, que na minha opinião, é um time pior que o do Colo Colo, porém com mais grife. Podemos chama-lo de "Colo Colo com grife". Claro que não será um jogo fácil, pois é difícil ter jogo fácil em Libertadores, mas o Bota tem totais condições de passar e na minha opinião, chega como franco favorito para o confronto.

Agora basta saber, quem vai pro jogo, pois se chegar com o time todo capenga também, vai ficar complicado. Mas pelas primeiras noticias do dia, acho que apenas o Montillo não deve jogar, se duvidar, nem o jogo de volta. Carli eu descarto pra quarta, talvez pro jogo de volta e acho que Camilo já tem condições. Vamos fazer a nossa parte, colocar pressão neles e fazer valer nosso fator casa. Qualquer vantagem é importante, se for sem tomar gols, melhor ainda.

Para os Flamenguistas, confesso que estou surpreso com tamanha festa, pela vitória sobre o time RESERVA do Botafogo, após três anos. Por alguns momentos, cheguei a achar que eles tivessem conquistado algum titulo. Convenhamos, para os Botafoguenses, o resultado foi o que menos importou. Tragédia, time reserva e até boa atuação...

SAN

Estou no ar durante a semana pela rádios Web total (aplicativo rádios net ou pelo site www.radiowebtotal.com) e Grande Rio AM 1560. Também estou no programa Tá na Rede, do YouTube.


O resultado foi o que menos importou O resultado foi o que menos importou Reviewed by Leonardo Machado on fevereiro 13, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade