Como o desfalque de Camilo pode ajudar o Botafogo; entenda

O Botafogo tem nesta quarta-feira (08/02), contra o Colo Colo, sua primeira "final" do ano. O fogão vai decidir sua vida na Copa Libertadores da América, no Estádio Monumental lotado. A seu favor, o Botafogo carrega a vantagem construida no primeiro jogo no Estádio Nilton Santos, onde venceu os chilenos por 2x1. Um empate ou até derrota com diferença mínima, desde que faça gols, classifica o glorioso.

Mas as coisas não devem ser nada fácil para o Botafogo no Chile. Apesar do técnico Jair Ventura ter confirmado as presenças de Airton e Camilo, são grandes as chances de, pelo menos o segundo, não jogar a decisiva partida. O torcedor já está preocupado com essa possibilidade. Todos sabem que perder um jogador do peso do Camilo, não é nada bom, não seria para nenhum time, também não é para o Botafogo. Será que existe algo de positivo neste desfalque do CamiTo?

Com uma análise básica, podemos ver fatores positivos também na ausência do camisa 10. Sem Camilo, o Botafogo pode repetir o esquema que tanto deu certo no ano passado com Jair Ventura, com 3 volantes. Com esse esquema, o Botafogo meteu gol em 60% dos jogos fora de casa, com Jair Ventura. Mas o que impede o time de jogar com 3 volantes e Camilo e Montillo juntos? Nada. Mas repare que, os dois meias do Botafogo, tem as mesmas características, e com 3 volantes, tanto Camilo quanto Montillo, fugiriam das suas características e precisariam jogar aberto pelos lados, formando assim, uma trinca de frente com Roger ou Pimpão, assim como era feito ano passado, uma trinca de volantes e outra de homens de frente.

Como isso pode melhorar sem o Camilo? O Botafogo ficaria de fato, com as mesmas características de 2016. Em 2016 o comando de ataque tinha Camilo, Neilton e Sassá, basicamente, agora teria Montillo (que seria o Camilo do ano passado), Pimpão (que seria o Neilton do ano passado) e Roger, que é o fixo da frente. Jogadores com características similares. Caso Camilo e Montillo atuem juntos, ou o Jair abdicaria dos 3 volantes, como fez no primeiro jogo, ou se colocasse os 3, acho que não ficaria a mesma coisa, pois como citei acima, Camilo e Montillo tem características parecidas e pior, de homens centrais do meio de campo.

Talvez o fato de, ficar difícil barrar um dos homens da frente que atuaram no primeiro jogo neste momento, já que, Camilo e Montillo são titulares absolutos, Pimpão é o melhor condicionado fisicamente entre todos e Roger ser importante, tanto nas bolas aéreas (que deve ser uma das armas do Bota), tanto para prender dois zagueiros e tentar aliviar a pressão, poderia fazer Jair Ventura recuar no esquema de 3 volantes e entrar com o mesmo time da semana passada. Particularmente, acho o esquema de 3 volantes ideal para esse jogo, muito por que, o Botafogo costuma fazer grandes atuações com esse esquema, em jogos fora de casa, contra times que propõe o jogo. No Brasileiro de 2016, tivemos muitos exemplos disso.


Vale destacar um fator ainda muito importante: Camilo já não vem atuando bem pelo Botafogo, há um bom tempo. Apesar disso, confesso que gostaria de vê-lo em campo, mas a ausência do camisa 10, pode acabar mais ajudando do que atrapalhando o Botafogo, pelos motivos acima citados. Isso na teoria, basta ver na prática.

Por: Leonardo Machado
Foto: Site Botafogo
Como o desfalque de Camilo pode ajudar o Botafogo; entenda Como o desfalque de Camilo pode ajudar o Botafogo; entenda Reviewed by Leonardo Machado on fevereiro 08, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade