Surge o primeiro inimigo: impaciência

Estreia no Estadual com derrota contra o Madureira, empate no jogo seguinte contra o Nova Iguaçu, pronto, motivos suficientes para botar um trabalho em xeque. Apenas 2 jogos do nosso falido Estadual, conseguiu botar medo na nossa torcida. Estive no Estádio Nilton Santos no sábado, confesso que me impressionei com a atitude da impaciente torcida do Botafogo. Muitos torcedores gritando, xingando jogadores, até os mais jovens foram alvos, tudo por conta de um jogo "sem importância", que jogamos com o time reserva e não vencemos.

Era para ter ganho? Claro. O primeiro jogo contra o Madureira também? Claro. Mas é completamente compreensível esse começo de ano. É claro e evidente que, estão todos tensos e ansiosos para o jogo que realmente importa. Eu não discuto se o planejamento foi bem feito ou não, já que, é muito mais fácil criticar agora. Se o Jair escala os titulares contra o Nova Iguaçu e ganha de 118 x 0, mas perde um Montillo, um Airton, um Victor Luis, todo mundo iria criticar. Mas agora, é lógico que ninguém vai admitir isso.

Concordo que apresentamos até o momento, um futebol abaixo do esperado, mas isso não me assusta e muito menos me surpreende. Estamos começando um ano "anormal", com um final na nossa cara. Alguém tem a dimensão do que significaria ser eliminado pelo Colo Colo? Pois é, se você tem, aposto que não gosta de nem de pensar nessa possibilidade, né? Imagina os jogadores...

Não é hora de julgar, muito menos de vaiar ninguém, isso não vai nos ajudar em nada neste momento. Não seja influenciado pelos blogs da vida, tentando fazer você acreditar que, nada presta só por que não ganhamos os dois primeiros jogos. Engraçado que, esses mesmos "blogs", gostam de pedir para você se associar, gostam de pedir para vocês comparecer ao estádio, até reclamam quando tem um público pequeno, mas eles são os primeiros a te desanimar e te influenciar a ficar contra o time.

Contra o Nova Iguaçu, o jogo foi ruim mesmo e realmente, os RESERVAS do Botafogo, estiveram abaixo do esperado. Mas nada que me fizessem perder meus já raros cabelos. O que importa mesmo, está por vir, e já tem data, hora e local marcados. Quarta feira, dia 1 de fevereiro, as 21:45 horas, contra o Colo Colo do Chile, no Estádio mais bonito do Brasil.

O que esperar deste jogo contra o Colo Colo? Um jogo que já seria difícil em sua normalidade, vai se tornar ainda mais, com o nosso time fora de forma e desentrosado. O fator confiança, pode atrapalhar nos primeiros minutos, mas nada que um gol não resolva. Confesso que, temo por um segundo tempo bem complicado, já que eles estão de fato, no auge de sua forma, mesmo assim, acredito em um resultado positivo, não só nesta quarta, mas na outra também.

Por fim, considero injustas as vaias para o Sassá. Vejo que a torcida está confundindo vida pessoal com profissional. Enfim, é bom lembrar que, ano passado ele foi artilheiro do Botafogo, sem ele, certamente seria bem mais difícil conseguir essa vaga. Não seria melhor tentar motiva-lo do que desmotiva-lo neste momento? Não discuto a qualidade técnica dele, a única coisa que eu espero dele, é que faça gols, seja lá como for.

Que a presença da torcida nesta quarta-feira, intimide o Colo Colo, e não o Botafogo.

SAN

Twitter: @leocareca87

Chega na ativa no programa Tá na Rede, no YouTube e nas Rádios Web Total (Aplicativo ou www.radiowebtotal.com.br) e na Rádio Grande Rio AM 1560.

Foto: Site Botafogo
Por: Leonardo Machado
Surge o primeiro inimigo: impaciência Surge o primeiro inimigo: impaciência Reviewed by Leonardo Machado on janeiro 30, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade