Uma dose de coerência, não faz mal a ninguém

Acho muito injusto deixarmos para criticar A, B ou C, quando termina o jogo. Eu mesmo faço muito isso, enxergo várias possibilidades depois que o jogo termina. Eu poderia chamar isso de cabeça quente, mas prefiro chamar de má vontade. Isso de ser uma coisa nas vitórias e outra nas derrotas, desanima. Por que as pessoas não enxergam defeitos quando ganhamos? Por que mudar tão rápido de opinião assim? É tão difícil ter uma linha de raciocínio e defender ela? É tão difícil fazer criticas coerentes, pelo menos?

O torcedor que até ontem batia palmas pro Jair Ventura, bradava aos 4 ventos que o técnico tinha o time na mão, e que era a revelação do Campeonato, agora está metralhando o treinador, como se ele fosse o único e exclusivo culpado pelos 5 jogos do time sem vencer. O pior de tudo, é ler textos de pessoas influentes, que ontem colocaram Jair no alto, mas tem memória curta, e hoje detonam o treinador. É ridículo e desanimador entrar nas redes sociais e ver vários "Botafoguenses", falando coisas absurdas do Botafogo, mas que na hora de ir ao estádio... O Botafogo, mais uma vez, não colocou 15 mil torcedores no estádio, em um sábado, horário bom e com preço dos ingressos em conta. Vai entender?

Não quero isentar o Jair de culpa nenhuma, acho que todo mundo tem sua parcela e claro que ele não fica de fora. Tenho minhas criticas para fazer, mas isso não muda um fato: Jair ainda é o maior responsável por mudar as ambições do Botafogo no Campeonato Brasileiro. Não fique querendo botar como motivo de criticas, o fato de ele da uma entrevista falando que ele não prometeu Libertadores. Isso não é falta de ambição, É REALIDADE. Falta de ambição é um time brigando por vaga na Libertadores botar 12 mil em um estádio. Não adianta vir com esse papo que o Botafogo é time grande e que a torcida se contenta com pouco, pois quem apequena o time, são os próprios torcedores que não fazem nada para mudar esse cenário.

O elenco é limitado mesmo, todo mundo sabe disso. Se tem um ou outro jogador valorizado, agradeça ao Jair Ventura, que transformou o Botafogo em um time competitivo. É só no Botafogo que, o time sai da zona do rebaixamento e vai brigar por vaga na Libertadores e mesmo assim, ninguém fica satisfeito. Vale lembrar: essas duas vagas caíram no colo dos times Brasileiros, caso contrário, já estaríamos de férias no campeonato, levando 5 mil ao estádio e mesmo assim ainda ia ter gente reclamando por que o Botafogo não brigou pelo título.

Sobre o jogo, Jair Ventura matou as laterais do Botafogo, quando improvisou Victor Luis, que apesar de ser um baita jogador (minha opinião), só usa a perna direita para subir no ônibus. Diogo Barbosa que está nitidamente de má vontade, não foi uma vez a linha de fundo. Resultado: um time sem jogada pelos lados e sem profundidade. Minha opinião sobre essa decisão de improviso: Marcinho deveria começar jogando. Não da pra ficar com essa palhaçada do cara ser novo e não botar pra jogar, se está ali, se está apto, então vai pro jogo.

Mas, como criticar o técnico agora, se quando ele botou o o zagueiro na lateral direita, o atacante na lateral e o goleiro no ataque, e o time ganha, todo mundo bateu palmas e falou que o técnico tinha o time na mão? Teremos uma incoerência ai, correto? Pois é... Lá trás, eu mencionei o preço que poderíamos pagar sobre essas "invenções" do Jair, desde o jogo contra o Vitória, que não jogamos absolutamente nada, mas ninguém criticou, já que vencemos.

O Botafogo fez um primeiro tempo bem razoável, mas depois que o jogador da Ponte Preta foi expulso, parece é que o Botafogo que ficou com um a menos. Parecia que o time estava ganhando de uns 12 x 0, tamanha era a tranquilidade e os toques de lado do time. Tomamos o gol e o Jair fez a mesma coisa que faz em todos os jogos e é sempre elogiado. Botou um atacante e tirou um volante.

O fato de ele ter tirado o Dudu Cearense e depois o Airton, mantendo o Lindoso, gerou muitas criticas, mas os dois estavam com amarelo. Se ele deixa e um dos dois e, por ventura, são expulsos, ia cair pra cima do Jair de qualquer jeito. Minha opinião: Acho que nessas horas, temos que demonstrar confiança no jogador e ignorar o fato do cara ter levado o cartão, até por que, tínhamos um jogador a mais. Fernandinho tomou amarelo com 5 minutos de jogo no duelo Brasil x Argentina. Jogou o jogo todo e ainda marcou o Messi. No final, uma irresponsabilidade sem tamanho, que poderia nos custar a vaga. Sidão foi para área da Ponte tentar fazer gol, e o pior, a torcida ainda ficou pedindo. Pode botar na conta do Jair.

Não acredito que o Jair tenha "perdido a mão" do time, acredito que o Botafogo está vivendo um momento de oscilação que ainda não viveu com o treinador. O Botafogo precisa de um novo treinador para o ano que vem? Eu não acho. Mas, Jair Ventura precisa ter humildade, pois parece que o sucesso meteórico do Botafogo subiu a sua cabeça. Talvez pelo simples fato de achar que, "já cumpriu sua missão" (já que o time não será rebaixado), aumenta um pouco seu ego. Acho que para o ano que vem, Jair Ventura precisa botar os pés no chão, entender que está começando agora e que não ganhou nada. Acho que o sucesso dele na profissão, pode passar por essa etapa.

Veja bem, eu também critico o treinador. Treinador é isso, quando acerta batemos palmas, mas quando erra, vamos criticar. As vezes até quando acerta, eu critico. Agora, uma coisa é você criticar uma substituição, uma escalação ou qualquer outra situação de jogo, outra é você questionar o trabalho do treinador. Existe um abismo ai. Todo mundo sabe que o Jair, não é o Tite, ele começou agora, guardadas as devidas proporções, o saldo dele é muito positivo.

Por fim, o Botafogo tem tudo para ficar com essa vaga para a Libertadores, pois ainda depende só dele. Caso o Galo vença a Copa do Brasil, o Botafogo garante vaga sem jogar. Caso o Grêmio vença, não sabemos como eles vão enfrentar o Botafogo, mas sabemos que os dois adversários do Botafogo, terão mais dificuldades em seus confrontos. O Atlético-PR pega o Flamengo, que vai querer garantir a segunda posição, por conta da premiação. Já o Corinthians, sai para enfrentar o Cruzeiro, que precisa garantir vaga na Sul-americana. Espero poder sorrir no domingo, para assim fecharmos com chave de ouro esse Campeonato Brasileiro.


SAN

Foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo

Uma dose de coerência, não faz mal a ninguém Uma dose de coerência, não faz mal a ninguém Reviewed by Leonardo Machado on novembro 28, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade