Nada como um dia após o outro


Quinta eu estava aqui nesse mesmo espaço explicando que no futebol, tudo é imprevisível. Contra o Santos saímos "frustrados" por ter feito uma bela partida e de não ter conseguido a vitória, já ontem, fizemos uma partida fraca, talvez a pior sobre o comando de Jair Ventura, mas contamos com uma noite iluminada do Sidão e um momento de rara felicidade do Pimpão. Acho que todos preferem ganhar jogando mal do que perder jogando bem, porém, nenhuma das duas versões acontecem com frequência.

Da hora que eu vi a escalação até a hora que o Pimpão meteu o gol, eu estava reclamando muito do Jair e um dos motivos, era exatamente o Pimpão. Desde que o Pimpão voltou, eu conto nos dedos a quantidade de passe que ele acertou e a quantidade de lances que ele deu sequência, Pimpão voltou realmente muito mal lá de fora e ver o nome dele de titular, me fez ter muita vontade de chorar.

Jair está enfrentando muitos problemas de lesões, mas todas as improvisações que tem feito são por vontades próprias e não por falta de opção. Ele tinha um lateral direito no banco e tinha também meia esquerda, mas ele optou por continuar com as improvisações e com Emerson Silva na zaga. O resultado acaba mascarando certas coisas que só começamos a nos dar conta, quando a derrota começa a aparecer.

É claro que não estou reclamando, nem posso. Tudo que eu achei que o Jair fez de errado ontem acabou dando certo. Emerson Santos na direita, Emerson Silva na zaga, Dierson no meio, Diogo Barbosa de ponta e Pimpão de atacante. Todos fizeram excelente partida ontem, eu disse TODOS. Até o Dierson fez uma grande partida. O volante muito perseguido pela torcida, fez uma partida muito boa ontem, acho que perseguição tem limites, quando joga bem, temos que falar.

Claro que tudo deu certo também por que enfrentamos um adversário fraco e que mesmo assim ainda conseguiu perder um pênalti, se aquela bola entra, o jogo muda e poderíamos ter muitos problemas. Mesmo assim, o Vitória ainda teve pelo menos mais três chances reais de empatar o jogo e não fez. Diogo Barbosa e Vitor Luis tentavam em vão revezar na marcação do Marinho. Agora, que zagueiro é esse Carli, que noção de posicionamento esse cara tem, incrível a quantidade de bolas altas que ele corta. A zaga com ele ganha outra cara, incrível.

Estamos a 7 pontos do G4 com 36 em disputa, da para chegar? Acho que sim. Ainda temos o fato de esse G4 virar G5 e até G6. Caso um dos times que estão no G4 ganhe a Copa do Brasil, que convenhamos é bem provável e o Flamengo vença a Sul-Americana, abre-se até duas vagas a mais, então é bom ficar por ali por perto, né?! Sem contar que, nossa tabela não está nada difícil, se atuarmos de forma consistente, podemos sim sonhar.

Quarta tem Copa do Brasil, esse jogo são daqueles que se pudesse, nem viajava, mas já que temos que ir, que tal da uma chance para quem está encostado lá? Eu iria de: Helton Leite, Alemão, Renan, Emerson Silva e Vitor Luis (suspenso contra o America) Dierson, Bruno Silva (voltando de suspensão) Yaca, Salgueiro, Pimpão e Canales. Iria de Luis Henrique no lugar do Canales, mas ele está envolvido com problemas contratuais e acho que vai ser preterido por isso. Iria com Canales ao invés de Tanque, por que o Canales precisa de mais confiança e ritmo, talvez esse jogo sem peso e pressão o ajude. Segundo por que Tanque está mas para Hot Wheels.

Para finalizar, não estou criticando o Jair, até por que acho que ele vem fazendo um trabalho bem legal, muito melhor do que qualquer Botafoguense pudesse sonhar, mas eu estou aqui justamente para expor a minha opinião e a minha opinião é que ele está com muita confiança devido aos últimos resultados, tanta que acaba inventando demais as vezes, mas enquanto estiver dando certo, eu e toda torcida vamos está super felizes. Tomara que eu não tenha que te criticar aqui com razão por isso, Jair. Tomara!

Saudações!
Nada como um dia após o outro Nada como um dia após o outro Reviewed by Leonardo Machado on setembro 19, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade