COLUNA DO BRUNO SOUZA: Loco para sempre ídolo

Fala galera alvinegra de todo o nosso Brasil!

No último domingo, enquanto Rafael Marques, mais conhecido como o "atacante dos zero gols", passava mais uma partida cumprindo sua meta de não fazer gols (nem mesmo em amistosos contra times de terceira divisão), Loco Abreu, o maior ídolo do Botafogo nos últimos anos, assinava contrato com o Nacional-URU.

Nessa mesma semana, surgiram notícias de que Rafael Marques não sairá mais do Botafogo e que estaria novamente prestigiado dentro do elenco alvinegro, prestígio esse, que vem do técnico Oswaldo de Oliveira, que foi quem indicou Rafael Marques para o Botafogo.

A forma com que Loco Abreu saiu do clube e sua fritura acontecida no meio do ano passado, fritura essa comandada pelo técnico Oswaldo de Oliveira, não era o fim que Loco Abreu merecia dentro do Botafogo. Loco Abreu merecia ao menos uma despedida digna de um jogador, que é o maior ídolo do Botafogo no século XXI.

Loco Abreu em seus dois anos de Botafogo, deu inúmeras demonstrações de carinho com o clube e com a torcida, torcida essa que encontrou em Loco Abreu, o jogador que trouxe ao menos um pouco do orgulho de torcer para o Botafogo de volta aos torcedores.

Várias foram as vezes em que Loco Abreu demonstrou todo seu carinho pelo clube.

Como esquecer o episódio em que Loco Abreu exibiu a bandeira do Botafogo no pódio da Copa América, logo após o Uruguai ter se sagrado campeão da competição? E o símbolo do clube na segunda pele? E as vezes em que Loco colocou a "fla-press" em seu devido lugar? E o beijo no escudo do Botafogo em frente à torcida do Flamengo?

Além disso, todos os gols marcados por Loco Abreu no Botafogo, nunca serão esquecidos. Loco é até agora, o jogador mais importante do Botafogo no século XXI e já está na história do clube.

À você Loco Abreu, fica o meu agradecimento por tudo que você fez pelo clube e se alguma vez você errou em alguma declaração sua, errar é humano. Aos dirigentes e principalmente, o técnico Oswaldo de Oliveira, nunca apagarão da memória do torcedor, o que Loco fez pelo Botafogo, o que deve se apagar é o esquema armado para tirar Loco do Botafogo e abrir espaço para a chegada do atacante que não faz gols.

É isso ai galera, vou ficando por aqui, torcendo para que o Botafogo estreie bem no domingo e que seja o início de uma caminha rumo a muitos títulos em 2013. Saudações alvinegras e até semana que vem!
COLUNA DO BRUNO SOUZA: Loco para sempre ídolo COLUNA DO BRUNO SOUZA: Loco para sempre ídolo Reviewed by bcfsouza on janeiro 17, 2013 Rating: 5

Nenhum comentário

Publicidade

FogoNotícias